Reinaldo Pavarini recebe medalha do mérito cívico

Empresário entra para seleto grupo de ilustres condecorados com a mais alta honraria do Legislativo mariliense
O empresário Reinaldo Pavarini recebeu a medalha do mérito cívico ‘Marília de Dirceu’ em sessão solene realizada em outubro no recinto da Câmara Municipal de Marília. As galerias lotaram para acompanhar o evento, transmitido ao vivo pela TV Câmara.
Instituída em 1979, a medalha do mérito cívico ‘Marília de Dirceu’ é a principal honraria outorgado pelo legislativo mariliense além dos títulos de cidadão mariliense (aos não nascidos na cidade) e de benemérito (aos marilienses de nascimento).
A outorga da medalha a Reinaldo Pavarini foi uma iniciativa do presidente da Câmara, Marcos Santana Rezende (PSD), através de projeto de Decreto Legislativo. Analisada em votação secreta, a propositura foi aprovada por unanimidade pelos vereadores.
“Eu me sinto muito honrado em fazer esta homenagem ao Pavarini por tudo que ele representa, pela história de vida que ele tem em nossa cidade. Pelo exemplo de cidadão, de pai de família, de homem correto. É importante reconhecer isso”, afirmou Rezende.
Presente na solenidade, o prefeito de Marília, Daniel Alonso (PSDB) destacou a disposição do homenageado em “encarar os desafios”, como a obra do afastamento do esgoto. “É a maior da história de Marília e do próprio Reinaldo Pavarini”, destacou.



HOMENAGEADO
Filho do ex-vereador Carlos Pavarini Filho – por dois mandatos (1964-1969 e 1977-1983) – e de Wanda Manfrin Pavarini, o empresário Reinaldo Pavarini viveu a infância ao lado de mais sete irmãos na rotina da roça no Distrito de Avencas.
Mudou-se para Marília em 1965 para ajudar o avô a vender caqui. Dois anos depois, teve o primeiro emprego como aprendiz de lataria e funilaria na Sasazaki. Passou a trabalhar como balconista na Casa Libanesa (1968) e no Empório Pioneiro (1969).
Em 1973, foi contratado como encarregado de ordem pela União de Bancos Brasileiros S/A. A trajetória como empresário no ramo de engenharia começou em 1978 com a fundação da Esaga – Projetos, Saneamento e Obras Ltda., ao lado do sócio Nilo Dantas.



PARCERIAS
Com o fim da sociedade, em 2005, Pavarini passou a contar na empresa com a parceria de uma das filhas, Lilian Pavarini. A outra, Aline Mouro, já era sócia do pai desde 2003 após a fundação da Replan Saneamento e Obras Ltda. que, em 2017, incorporou a Esaga.
Reinaldo Pavarini é casado com Nilse Carneiro Rodrigues Pavarini. Formou-se técnico em contabilidade no antigo Colégio Comercial de São Bento e é graduado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Eurípides de Marília (Univem).
“Eu me senti bastante honrado pela homenagem. É uma grande oportunidade para eu dizer meu muito obrigado em vida para minha cidade”, agradeceu Reinaldo Pavarini. “Sou muito grato a todos que colaboraram comigo”.
 



Empresário é referência no mercado de saneamento
Reinaldo Pavarini é um dos poucos empresários de Marília que representam não apenas uma empresa mas todo um segmento. No caso, o de saneamento básico. São mais de quatro décadas de experiência acumulada pelos serviços prestados.
Sócio-diretor da extinta Esaga, empresa que fundou em 1978, Pavarini é diretor desde 2003 da Replan Saneamento e Obras Ltda. A empresa ficou em evidência neste ano pela conclusão das obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Bacia do Barbosa.
A ‘obra do século’ saiu do papel para a prática pela Replan com mais de seis meses de antecedência na entrega. “Para uma empresa mariliense como a nossa, é um prazer poder entregar uma benfeitoria tão aguardada pela cidade”, afirmou Pavarini.



KNOW-HOW
A eficiência da Replan de Pavarini não é por acaso. A empresa desenvolveu seu know-how em obras do gênero ao longo de décadas de parceiras com os departamentos de água de outras cidades e com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).
Além de autarquias e prefeituras, a Replan entregou sua expertise em obras de empresas como Grupo São Joaquim, HLTS Incorporadora, Menin Engenharia, MRV Engenharia, Newland, Pacaembu Construtora, Rodobens, Rossi, Swiss Park e Tarraf Empreendimentos.
“Eu não conheço uma obra minha em 42 anos de atividades que não esteja em pleno funcionamento”, frisou Pavarini. “Somos grandes executores de projetos. Por isso hoje somos convidados para fazer obras emergenciais para Sabesp”, destacou.



ATUAÇÃO
A Replan hoje atua nas áreas de elaboração de projetos, execução e consultoria de obras e serviços de construção, saneamento básico, urbanização, paisagismo, terraplanagem e pavimentação asfáltica, seja nas áreas pública ou privada.
A empresa entrega sistemas de esgotos sanitários (redes coletoras, ligações domiciliares e estações elevatórias e de tratamento), de abastecimento de água (estações de tratamento e elevatória, adutoras, redes de distribuição, instalações de válvula redutora de pressão e de reservatório, setorização e ligações domiciliares) e de galerias pluviais (assentamento de tubulações, caixa de passagem, poço de visita, boca de lobo, escada hidráulica e execução de canais).
A Replan também presta serviços de terraplanagem e pavimentação (barragens, loteamentos, ruas e avenidas, lagoas, nivelamento de áreas, topografia, asfalto, guias e sarjetas). Embora tenha nascido em Marília, a empresa tem sua sede em Campinas (SP), por questões estratégicas de mercado. A única filial é aqui.




Comemoração
Após a solenidade na Câmara Municipal, o novo medalhista do mérito cívico ‘Marília de Dirceu’, Reinaldo Pavarini, ofereceu um jantar para familiares e amigos em um hotel da cidade. A D Marília marcou presença no evento. Confira abaixo nossos cliques:
Compartilhe!
Deixe seu comentário

Veja
Também

Telefone
Diretor Comercial
Marcos Flaitt
(14) 99601-3070
E-mail
redacao@revistad.com.br
apoiorevistad@gmail.com
(14) 3221-0780
Siga-nos