Marília no futuro é tema no Rotary Marília Pioneiro

Foto - Adriano Luiz Martins explica a criação de grupo que participará das políticas públicas da cidade
Visando ampliar a discussão e participação dos rotarianos no debate de projetar a cidade de Marília para os próximos 20 anos, o presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Adriano Luiz Martins, foi o convidado do Rotary Club de Marília-Pioneiro, no Distrito 4510 do Rotary International, para apresentar o trabalho que vem sendo feito para a formação de um conselho de lideranças que pretende discutir políticas pública a longo prazo, preparando a cidade para o futuro. “O Rotary International terá um assento neste conselho, em reconhecimento a esta organização preocupada com a humanidade”, disse o convidado pela presidente do clube rotário mariliense, a cirurgiã-dentista Sandra Aparecida de Souza Craveiro Tavares que uma vez ao mês programa a participação de pessoas da comunidade para expor temas de interesse comunitário ao grupo de rotarianos.
 
Durante aproximadamente 60 minutos Adriano Luiz Martins explicou como surgiu o interesse de se criar na cidade um conselho que discuta temas ligados a diversas áreas das políticas pública, e mostrando o perfil do grupo que será lançado oficial em breve. “Desde 2017 estamos discutindo essa questão, e que agora está num ritmo acelerado para a efetivação do grupo”, falou ao apontar passo a passo de como o grupo vem trabalhando semanalmente na cidade. “Hoje estamos divididos em três grupos: jurídico, comunicação e planejamento que tem trabalhado em ritmo forte e acelerado para dar tempo de lançarmos rápido dentro do cronograma previamente estabelecido”, disse o dirigente da associação comercial ao explicar que este conselho é apartidário, sem um único fundador e que será constituído por 28 lideranças da cidade. “Uma desta cadeira será do Rotary International”, anunciou.
 
Outro ponto apresentado pelo dirigente associativo é quanto a divulgação das ideias deste futuro conselho. “Os rotarianos devem participar de forma ativa, a começar com a propagação da ideia de que a cidade terá um órgão independente e autônomo para projetar a cidade para os próximos 20 anos”, falou ao citar exemplos de outras cidades que estão nos mesmos níveis de formação do que Marília e outras em grau mais evoluído. “Alguém tem que pensar na cidade para o futuro”, falou ao comparar a preocupação com a classe política que projeta a cidade para quatro anos. “Vamos nos envolver com os cinco próximos prefeitos, por isso precisamos deste alinhamento de ideias e projetos”, explicou.
 
Depois de explicar e falar sobre o trabalho deste grupo mariliense, Adriano Luiz Martins ainda respondeu perguntas dos rotarianos e convidados sobre exemplos semelhantes realizados na cidade no passado, constituição do grupo, necessidades mais emergenciais para cidade e comparativos com o trabalho que vem sendo realizado no Mato Grosso, por exemplo. “O importante é que a cidade participe deste debate, desta constituição, afinal, é uma legado que deixaremos para as próximas gerações, que terá uma cidade melhor planejada, mais preparada e com uma qualidade de vida melhor”, falou ao apontar os objetivos semelhantes deste grupo com a do Rotary International. “As duas instituições querem uma sociedade melhor e harmoniosa”, disse.
 
Para a presidente do Rotary Club de Marília-Pioneiro o encontro foi válido em todos os sentidos, afinal, toda e qualquer ação que venha a melhorar a performance da cidade deve contar com o apoio do Rotary International. “Acredito que será importante participarmos desta discussão, afinal, em nossos encontros e trabalho, sempre defendemos uma cidade melhor e próspera”, afirmou Sandra Aparecida de Souza Craveiro Tavares ao agradecer as presenças dos associados do clube e convidados das cidades de Pompeia e Garça. 
 
 
Compartilhe!
Deixe seu comentário

Veja
Também

Telefone
Diretor Comercial
Marcos Flaitt
(14) 99601-3070
E-mail
redacao@revistad.com.br
apoiorevistad@gmail.com
(14) 3221-0780
Siga-nos