Câmara Municipal faz homenagem aos 90 anos da Santa Casa de Marília em sessão solene

O provedor da Santa Casa, Milton Tédde, destacou o trabalho desenvolvido pela Direção do hospital. “São 90 anos de história. Não é fácil, mas quando se tem boa vontade fazemos acontecer. Procuramos favorecer a classe mais pobre e são exatamente os menos favorecidos que necessitam da Santa Casa. Hoje, 79% dos nossos procedimentos são realizados através do SUS (Sistema Único de Saúde). Também estamos qualificados como OSS (Organização Social de Saúde) para administrar outros serviços de saúde, como é o caso do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de São Carlos. Agradecemos este reconhecimento da Câmara e lembramos que a Santa Casa não tem dono, é da sociedade”.
 
Requerimento do vereador José Carlos Albuquerque (PRB), aprovado por unanimidade pelos vereadores, recomendou a realização da sessão solene em homenagem aos 90 anos da Santa Casa de Marília.
 
O secretário municipal da Fazenda, Levi Gomes de Oliveira, representou o prefeito Daniel Alonso (PSDB) na cerimônia.
 
O presidente da Câmara Municipal, Marcos Rezende (PSD), comandou os trabalhos na sessão solene para celebrar as nove décadas do hospital mariliense.
 
Receberam certificados em reconhecimento aos serviços prestados pela Santa Casa de Marília o provedor Milton Tédde, o 1º vice-provedor Norival Carneiro Rodrigues, o 2º vice-provedor Luiz Antônio Orlando, o secretário geral Wilson Passador, o 1º secretário Luiz Carlos Pfeifer, o 2º secretário Jair Jayme Rubira, o tesoureiro geral Ivan Jacinto Zochio, o 2º tesoureiro Washington Carneiro Guillen, o representante do Conselho Fiscal Issei Sakamoto, o presidente do Conselho de Administração Romildo Raineri Júnior, o superintendente geral Sérgio Stopato Arruda, o superintendente assistencial Márcio Mielo, o diretor administrativo João Luís Castro Vellucci, o diretor clínico Lélio Carli Batista e a auxiliar de enfermagem há 45 anos no hospital Nair Zanoni.
Compartilhar no